Por que eu parei de usar o AdBlock no meu navegador pessoal

stop-adblock

AdBlock é um dos plug-ins mais usados no mundo inteiro. Fato. E isso acontece porque as pessoas não gostam de propagandas.. Nem eu! Mas afinal, por que eu parei de usar o AdBlock então?

Bom, vamos lá! Em primeiro lugar, caramba, há quanto tempo eu não escrevia aqui. Já expliquei isto no post anterior, que deve ter saído em 2014.. Enfim, vamos começar “do começo”. As pessoas sempre foram obrigadas a conviver com as propagandas, no rádio, na televisão, em outdoors pelas ruas e etc. Gostando ou não, tínhamos que aceitar. De repente, o boom da Internet, youtube, redes sociais, então estas mesmas pessoas descobriram que elas poderiam assistir conteúdos bem diversificados a qualquer hora do dia, em sites como youtube por exemplo.

Não passou muito tempo para que a propaganda também migrasse para a Internet, através de pop-ups, posteriormente, banners de todos os tipos e anúncios em vídeos (ah, os famosos 5 segundos do youtube). Como a Internet é um lugar livre (pelo menos deveria ser), desenvolvedores independentes criaram ferramentas para bloquear estas propagandas, como o AdBlock.

Temos que concordar que a ideia dele é fantástica, pois temos a oportunidade de acessar qualquer tipo de conteúdo 100% livre de propagandas, muitas vezes abusivas. Quantas vezes não fui abrir um site e este carregado pelas propagandas, demorava muitos segundos para carregar o conteúdo. Sem falar nos vídeos do youtube que não deixam pular as propagandas. Isto é chato, e o AdBlock cumpre muito bem este papel.

“Ué Lucas, não to entendendo. Você só falou bem do AdBlock”

Calma, estou chegando lá.

 

Profissão: Produtores de conteúdo online

Existem milhares de produtores de conteúdo no mundo inteiro. E não preciso dizer que a grande maioria depende de anúncios para manterem seus negócios em funcionamento. Posso me incluir neste meio. Só para manter os vários sites que administro, entre blogs, sites e ferramentas online, gasto 1200 reais por ano, fora o tempo para produzir e gerenciar o conteúdo. Literalmente, tempo é dinheiro. E este dinheiro não nasce em árvore. Ele é fruto das propagandas.

Sem mais delongas, o motivo para eu ter desativado o AdBlock em meu navegador pessoal é por acreditar que vale a pena ajudar os produtores de conteúdo que eu acompanho (e não pago nada para isto). Sem falar que, certas propagandas até são interessantes (poucas). Confesso que raramente clico, mas compreendo que existem ganhos relativos a visualização também. Inclusive eu posso estar deixando de encontrar mais produtores interessantes, é o caso da ferramenta “Localizador de fãs” do youtube. Ela usa um trecho curto de vídeo como uma propaganda em canais relacionados, então, ao usar o AdBlock, ela não aparece.

Não estou aqui para incentivar você a desativar o AdBlock, muito menos mendigar ou ofendê-lo como alguns fazem, dizendo que “o AdBlock está destruindo a receita da Internet” (embora o AdBlock reduza a receita mesmo). O computador é seu, você trabalhou e comprou ele, eu não posso te obrigar a instalar ou desinstalar algo que você não quer. A única coisa que eu posso fazer é pedir, que se você gosta do conteúdo e deseja ajudar na manutenção do mesmo, libere o bloqueador para o site. Simples. Se um dia as propagandas te incomodarem, bloqueie novamente. Sem crise.

O problema é que até neste “pedido” existe o abuso. Certos sites exigem que você desative o bloqueador de ads para acessarem um certo conteúdo. Isto é um abuso, na minha opinião. A resposta da Internet não demorou, se existiam os “Anti Anúncios”, agora existem os “Anti Anti Anúncios”, ferramentas que bloqueiam estas mensagens abusivas para desligar os bloqueadores. Justo, ao meu ver.

E o que falar de sites que pagam o AdBlock para não bloquearem suas propagandas? Pesquisando por ai, você encontra muitas notícias deste tipo..

Lá no meu canal do youtube, em todos os vídeos eu deixo na descrição um link de um script que eu desenvolvi para liberar o AdBlock apenas nos vídeos do meu canal, no site Peperaio Hardware (complemento do canal) e aqui no blog. Não obrigo ninguém, não fico falando o tempo todo, não deixo de mostrar certos conteúdos se não o fizerem. É opcional. E se você reparar, aqui no blog e no site Peperaio Hardware, exibo uma ou no máximo duas propagandas por página. Não 5, 6 como eu vejo por ai. Se ainda assim você não quiser ver as propagandas, tudo bem, eu respeito isso.

 

E se um dia todos usarem bloqueadores?

Bom, para manter os sites no ar, eu precisaria de doações. Mesmo se eu não tivesse, eu procuraria alternativas para manter o conteúdo no ar. E sabe por quê? Eu produzo conteúdo sobre informática porque eu gosto disso. Gosto de ensinar, explicar, pesquisar. Antes quando não existiam facilidades para anunciar (como o adsense), todo mundo dava um jeito não é mesmo? Nem vou comentar sobre o Patreon, até porquê já fiz um post sobre isso aqui.

Abraços.
Lucas Peperaio

Lucas Peperaio

Estudante de Ciência da Computação, trabalho com desenvolvimento web há 5 anos e com hardware há 8. Nas horas vagas, sou entusiasta de Overclock, Casemod e Benchmarks, além é claro dos Games. Apaixonado por informática e pela vida, procuro compartilhar meus conhecimentos e assim, ajudar as pessoas. Siga-me no youtube, posto semanalmente muito material sobre Hardware, tecnologia e games em geral: Clique aqui

Receba gratuitamente em seu E-mail
Novos artigos do meu Blog!


Após o Cadastro você receberá um Email Automático. Clique no link enviado para Ativar e receber as novidades.

Categorias do site





10 Comentários Deixe o seu

  1. Roberto

    amigo, gosto muito de seu blog mas este relato foi desnecessario. Voce é bom, não faça mais este tipo de comentario pobre.

    abraços

    • Lucas

      Concordo.

    • Alison

      Para mim ele se reportou como um verdadeiro blogueiro. Sabemos que ele é bom, mais eu que já trabalhei com marketing, sei a necessidade de propagandas, e por isso que os AUTOSURFS FALIRAM; Por falta de serem propagados, os seus conteúdos.

  2. Paulo

    Parabéns pelos seus conteúdos e realmente procedem estas informações. A questão na vida, é que para tudo que vamos fazer, não devemos somente querer o poder (fazer), mas o porquê daquilo, o quanto ajuda ou não meu próximo: devemos sempre ajudar pessoas bem intencionadas. Propagandas não evasivas (que não consomem muitos recursos do cliente, e que não lhe roubem a privacidade), de um produto digno (produtos que não deteriorem o ser humano), podem ser exibidas: ainda que foi bem explicitado que por algum motivo qualquer o usuário do site não é obrigado querer vê-las (e baixa-las consequentemente (pois o download sempre ocorre)). Muito bem colocado, parabéns autor pelo post.

  3. Adriano Matos

    Infelizmente o bom senso não existe em alguns sites. Sou a favor da publicidade, aceito muita coisa em troca dela, mas colocar a propaganda entre você e o conteúdo, poluindo o site, aí não rola. Por culpa de alguns sites, todos se prejudicam!

    Abs!

  4. Romulo

    Muito bom o seu artigo. A algum tempo atrás também utiliza esse plugin no meu navegador, porém também sou um desenvolvedor de conteúdo e preciso da publicidade de banners para sobreviver então resolvi desativar o plugin. Mas, também não concordo com a publicidade exagerada tudo bem banners, pop-ups, mas acho um exagero alguns sites que quando a gente vai clicar em um link abre duas até três pop-ups.

  5. Alison

    Na minha opinião o que incomoda é só as Pop Ups. Por este motivo uso o adblock plus. …………Fora isto não tenho nada contra 2 ou 3 propagandas de um site. Mais uso disco virtual no PC.

  6. Daniel Oliveira

    FODAS….ODEIO PROPAGANDA E SEMPRE IREI UTILIZAR TODOS OS RECURSOS DISPONÍVEIS PARA BLOQUEAR….. 99,9% SÃO ANÚNCIOS FALSOS., RASTREADORES, SCRIPTS QUE INFECTAM O SISTEMA.

  7. Alessandro

    Olhando por esse lado… vale apena remover meu adblock… mas tem sites que abusam podendo propagandas em todo canto.. ate se vc clicar numa letra abre uma aba com propagandas… por causa desses sites os outros que compreende as pessoas pondo apenas uma propaganda acaba pagando

  8. Irineu Campagnucci

    Oi Lucas, obrigado pelo trabalho sério, e porque também leva a sério esse mundo virtual, onde os mais incautos são induzidos e sofrem danos e perdas de várias formas. Mas, voce é um marco para que, se havendo bom senso e dignidade, todos manter-se-ão de forma pacífica e ordeira. abçs. Irineu