A Infraestrutura da Internet Brasileira sofre novamente com lentidão generalizada

A Infraestrutura da Internet Brasileira sofre novamente com lentidão generalizada

Há 5 dias, um caos na Internet Brasileira se estabeleceu, principalmente na região sul do país, deixando milhões de internautas desconectados ou com problemas de lentidão. GVT, TIM, Vivo e outras operadoras informaram que passaram por instabilidades em suas redes, mas não apontaram um causador deste problema. O assunto, pouco divulgado pela mídia, mostra a realidade que o Brasil enfrenta, com a falta de investimento na estrutura da rede.

Apesar da causa deste problema não ter sido oficialmente revelada, podemos imaginar o causador disto tudo… o Google! Isso mesmo, o Google lançou no mesmo dia do início dos problemas, o seu primeiro serviço de armazenamento de dados baseado em Cloud Computing, o Google Drive. Mas o que isso tem a ver?

Sempre que surge uma nova fonte de tráfego, onde milhares e até milhões de usuários a utilizam, grandes volumes de dados são transmitidos, e muita das vezes, são responsáveis por congestionar a frágil infraestrutura da Internet Brasileira. Isso aconteceu quando o Youtube se tornou popular, por exemplo.

 

Alguns cálculos…

Somos 80 milhões de internautas conectados, praticamente todos utilizam o Google. Sendo bem conservador, se 5% destes usuários (4 milhões) se cadastrarem no Google Drive, e com velocidade média de 50KB/s enviarem 2 GB, serão transmitidos em 11 horas, cerca de 2 Tbits por segundo. Fazendo uma simples comparação, as trocas de tráfego de Internet que ocorrem no PTTMetro nos estados em que ele atua (SP, RJ, RS, PR, DF, BA, CE, MG, SC e PE) é de 100 Gbits por segundo, cerca de 5% do que o Google Drive iria consumir.

Para que as operadoras consigam suportar este tráfego adicional em suas redes, é realizado o Traffic Shapping em sua conexão, onde a velocidade de download e upload é reduzida sem aviso prévio. Mesmo com esta medida, o Brasil precisará investir muito em sua infraestrutura atual, caso contrário, serviços importantes como bancos, lotéricas, polícia entre outros, sofrerão com problemas de instabilidade e provavelmente, inacessibilidade.

Lucas Peperaio

Estudante de Ciência da Computação, trabalho com desenvolvimento web há 5 anos e com hardware há 8. Nas horas vagas, sou entusiasta de Overclock, Casemod e Benchmarks, além é claro dos Games. Apaixonado por informática e pela vida, procuro compartilhar meus conhecimentos e assim, ajudar as pessoas. Siga-me no youtube, posto semanalmente muito material sobre Hardware, tecnologia e games em geral: Clique aqui

Receba gratuitamente em seu E-mail
Novos artigos do meu Blog!


Após o Cadastro você receberá um Email Automático. Clique no link enviado para Ativar e receber as novidades.

Categorias do site





2 Comentários Deixe o seu

  1. Luciano ValadiãoOrtiz (PTN)

    A falta de estrutura, não ajuda em nada e acho que as operadoras estão perdendo dinheiro em fez de poupar com a infra estrutura, se o serviço oferecido por estas empresas focem de melhor qualidade, mais pessoas usariam a internet, mais do jeito que ta o pais vai ficar para traz quando a assunto for tecnologia .

  2. Robson Brito

    Esse é o país da copa de 2014? acho que deveria haver uma atenção especial do governo em relação à infraestrutura de nossa internet atual, é de vital importância a facilidade, pra não dizer maior velocidade e segurança nos dados que navegam diariamente na nossa net. Se desejamos ser referência e exemplo de país emergente é imprecindível maiores investimentos e reformulação completa nessa área, senão corremos o risco de ser realmente um exemplo, mas de incompetência.