A Microsoft facilita a pirataria no Windows?

Windows XP

Diante da aparente facilidade de ativar ilegalmente o Windows – com seriais inválidos ou com cracks – surgiu em mim esta curiosidade.. Será que, de alguma maneira, a Microsoft facilita a ativação ilegal de seu próprio Sistema, a fim de tornar o seu sistema o mais popular em todo o mundo? Ou seria um descuido de seus programadores, que lançamento após lançamento, continuam deixando brechas para que tais procedimentos ilegais ocorram?

Sempre tive essa impressão ao ver a facilidade com que Crackers obtêm acesso ilimitado ao Sistema Operacional Windows, mesmo com poucos dias de lançamento (ou até antes). Praticamente sempre antes dos lançamentos de um novo Windows, dias antes já surge o crack. Não me surpreenderia ver o software original antes mesmo da data de lançamento oficial. Porém a questão deste artigo não é essa, pois todos sabemos que esses “vazamentos” são feitos intencionalmente, para provocar a curiosidade das pessoas e claro, para entrar rapidamente na mídia.

Voltando ao assunto, lembro-me do lançamento do Windows 8. Meses antes das vendas oficiais começarem (26 de outubro de 2012),  já existia o crack, e eu até postei isto aqui no Blog: Windows 8 foi crackeado em 5 dias. Obviamente, o crack foi desenvolvido para as versões pré RTM, talvez até para as versões beta que surgiram no começo do ano passado, mas mesmo assim, funcionaram nas versões finais. E o mesmo ocorreu com o Windows 7, Vista… Inclusive, no Windows XP é possível ativar apenas pelo registro do Windows com poucos comandos.

Agora raciocine comigo, por quais motivos uma empresa gigantesca, líder no segmento em todo o mundo, não conseguiria proteger seu sistema contra cópias ilegais? Ou será que ela não quer proteger? Pense, se a Microsoft quisesse realmente bloquear o Windows contra cópias piratas, ela certamente o faria. O único atrativo para usar cópias originais é poder receber atualizações, porém, com cópias piratas também é possível, inclusive a Microsoft permite desabilitar o update que verifica se a cópia é original ou não. Tsc tsc…

Você foi "vítima" de pirataria

Com a popularização do Windows, as empresas passam a adotar o sistema, contratando pessoas que saibam operá-lo. E estas sim (as empresas), são multadas caso estiverem usando softwares piratas. Outra vantagem da popularização, são as milhares de empresas de desenvolvimento de softwares/games do mundo inteiro, que desenvolvem para o sistema mais popular, gerando mais marketing e renda para a Microsoft. Veja que, entramos no mesmo conceito da pirataria na música, onde o artista deixa de ganhar dinheiro com CD e DVD, porém passa a lucrar com shows, por ter ficado popular entre as pessoas.

Poderia ficar aqui por horas dizendo outros vários bons motivos para acreditarmos que a Microsoft facilita a pirataria no Windows, porém acho que os poucos argumentos que eu lhe transmiti já são suficientes.

Esta foi minha opinião, ressalto que minha intenção não é apoiar a pirataria, a ativação ilícita, os download de arquivos ilegais e muito menos, sujar a imagem da Microsoft. Faço apenas o uso do meu direito de livre expressão, que me é garantido por lei aqui no Brasil (pelo menos isto funciona por aqui).

Dê sua opinião, você concorda ou discorda sobre o que leu?

Lucas Peperaio

Estudante de Ciência da Computação, trabalho com desenvolvimento web há 5 anos e com hardware há 8. Nas horas vagas, sou entusiasta de Overclock, Casemod e Benchmarks, além é claro dos Games. Apaixonado por informática e pela vida, procuro compartilhar meus conhecimentos e assim, ajudar as pessoas. Siga-me no youtube, posto semanalmente muito material sobre Hardware, tecnologia e games em geral: Clique aqui

Receba gratuitamente em seu E-mail
Novos artigos do meu Blog!


Após o Cadastro você receberá um Email Automático. Clique no link enviado para Ativar e receber as novidades.

Categorias do site





13 Comentários Deixe o seu

  1. eduardo

    eles parecem sim facilitar pois uma gigante empresa iria ter alta segurança, eu vou para a micrsoft por não ter muito dinheiro para jogos ou para o sistema operativo vendo me obrigado a crackear, se nao eu comprava,, ate é bom pois como eu ah muita gente sem possiblidade

  2. Adriano Matos

    Concordo em gênero, número e Degrau :D

    Se ela quissesse, ela faria. Mas ai a popularização do SO cairia… abriria espaço para outros SOs…Só agora no 8 é que eles começaram a colocar valores mais justos, o que ajuda a dar uma freiada na pirataria, mesmo assim, não é interessante pra ela ter um SO restrito a quem possa pagar por ele…

    Abraços !

    • Lucas Peperaio

      Exatamente, o Linux se popularizaria, e com isso, mais empresas o usariam, afinal, teriam muitos usuários capacitados neste sistema. O Win8 realmente estava barato, 69 reais. E vendeu mais que o Seven no mesmo período.

  3. Marcelo Weihmayr

    Olá Lucas, realmente intrigante sua postagem sobre este tema. Mas se formos lançar em uma linha de tempo onde “acho” que esta “malícia” se difundiu em tempos de internet e mais precisamente em ambientes de redes sociais, mesmo os chamados p2p. Acho que desde o Windows 95 e de seu antecessor Windows 3.11 as coisas já me pareciam assim. Pode até ser que agora se tenha este sentido. Mas também sabemos que a Microsoft bate de frente com empresas que não estejam legalizadas com seu sistema. Imagino que uma casa de família não teria como pagar multa para a Microsoft. Mas enfim, é interessante a reflexão.

    Sou usuário do Ubuntu. Abraços.

  4. Amana Fazer

    Tenha mais um motivo para que eles facilitem a pirataria:

    Mais uma forma de “espionar a Dilma”, assim como o mundo todo! ELes nos deixam achar que somos mais espertos do que eles com os usos dos cracks e em contra-partida vendem ou usam as nossas informações da maneira mais lucrativa possível para eles, que vale mais do que simplesmente vender os softwares originais!

  5. Resultado Da Lotofacil

    ta aí uma ótima questão a ser pensada, de um lado a pirataria faria com que o windows permanecesse sendo o sistema operacional mais popular do mundo, porém de outro seus programadores podem ser muito “descuidados”. até parece que é mesmo a segunda opção, porque se fosse mesmo assim tão fácil rackear sistemas seria bem fácil descobrir informações sobre o pagerank, o mesmo como ele funciona. mas de fato isto não acontece.

  6. Daniel Araujo

    Lucas Peperaio, concordo com você quanto a “malícia” da Microsoft em querer dominar o mercado de sistemas operacionais. Há muito tempo, um norteamericano estava sendo rastreado pela Microsoft por pirataria do Word 5.0, sendo multado e preso. Ele foi à justiça e conseguiu forçar a Microsoft a admitir que seus softwares contém um ID secreto que alimenta seus servidores. Outro fato é que até a versão do Windows 3.1 não havia pagamento pela aquisição dos softwares, bastava comprar o microcomputador e junto vinham os disquetes com os programas. A partir do Windows 3.11 e Word 6.0 começaram as cobranças pelo direito de uso dos softwares. Nos países subdesenvolvidos a Microsoft utilizou a mesma tática que Apple usou nos EUA quando passaram a vender microcomputadores. Na década de 1970/1980 a Apple equipava os laboratórios das escolas e universidades norteamericanas formando uma legião de usuários, formadores de opinião e adoradores da marca. Uma vez formado, o estudante passa a influenciar na aquisição de equipamentos, pois ele irá indicar o que conhece. Da mesma forma, a Microsoft começou a fazer de conta, nos países subdesenvolvidos, que exige fiscalização por parte das autoridades policiais, mas consente veladamente na pirataria. Dessa forma, a mão de obra habilitada é imensa e formadora de opinião junto daqueles que não têm conhecimentos técnicos. Mais uma coisa quanto à pirataria é que a Microsoft não multa as empresas ilegais, mas sim, oferece a legalização das cópias irregulares por preços módicos. Assim aconteceu em 2007/2011 junto aos órgãos públicos do estado do RS, quando a governadora de então, Yeda Crusius, assinou um acordo com Bill Gates para legalizar todo o parque de microcomputadores. O mesmo ocorreu com o Banco do Estado do Rio Grande do Sul que teve todo o seu parque de microcomputadores substituído, inclusive o sistema operacional de Linux para Windows XP, durante um final de semana.

  7. Diego

    Não digo que ela “facilita” a pirataria, e sim que ela não se importa muito. O que a MS pega pesado é nas empresas com produtos ativados ilegalmente, e não na pessoa física. É muito bom para ela que as pessoas usem o windows, para que se acostumem com ele e se saiam melhor no trabalho. É mais costume mesmo.

    Além disso, não acho que a MS aguentaria o tranco caso seja mais rígida. O Windows, melhor que bom, é bem utilizado e por isso tem mais softwares para ele e só. O Windows 8.1 Pro, está custando nos EUA, cerca de US$ 140,00 . Aqui no Brasil saí a R$ 400,00 Bem caro para um usuário comum doméstico não? E barato demais para a MS lucrar. Então ela deixa os usuários domésticos usarem seu Windows e corre atrás das empresas cheias da $$ para cobrar altas multas por uso ilegal.

    Contando com os softwares, sistema, uso de recursos, o windows sem dúvida ainda é bem pesado. Não acredito que a MS consiga competir com as versões linux mais utilizadas como: Debian, Ubuntu, Mint, CentOS…

    E também é um absurdo vc comprar um PC aqui e jávim imbutido no preço um windows. Ainda mais notebooks. Vc pode até pedir um reembolso, caso dizer que não usará o win que já vem na máquina e usará uma versão linux. Mas pode ter certeza que não vai sr fáil, nem rápido esse reebolso. Vc vai ter que brigar e muito =P Queria ver se a MS fosse processada toda vez que alguém comprasse um note com win e demorasse p/ receber o reembolso do mesmo. Se ela tivesse que pagar multa pelos transtornos causados, DUVIDO que algum pc viria com win.

    E nos EUA não é diferente. Se for em qq loja comprar um pc/note, o vendedor vai querer te obrigar a comprar uma licensa do windows. Se vc pedir por um dvd de alguma versão linux, eles vão negar dizendo que não têm. Deveria ser obrigado a fornecer um DVD de instalação do Linux, nas lojas que vendem computadores. Mesmo que cobrem uma taxa fixa pelopreço da mídia, o q não passaria de US$ 4,00 exagerando muito…

    A MS ta é certa. Se impôs como uma gigante no mundo inteiro com um sistema ruim. Isso q é foda =P

    • Diego

      Eu mesmo passei raiva na TigerDirect – CA. Fui na loja comprar meu pc, eles queriam que queriam me vender o Win 8, o que recusei. Aí falei para eles pegaram u DVD virgem e baixassem o ubuntu para mim. Falei que pagaria o DvD. Qual a resposta? Não vamos fazer isso. Eu virei: PQ não? E eles: Não e pronto. Todo grosso. Aí vi uma plaquinha na loja com acesso wi-fi gratis para clientes na loja. Então pedi a senha, liguei meu note, catei na prateleira a mídia virgem e comecei a baixar o ubuntu no meu note. O cara já veio reclamando falando que nãopodia fazer isso e talz. Aí eu só perguntei: Aonde tá falando especificamente que eu não posso baixar algo aqui? Na placa do wi-fi não fala dessa limitação. No fim, acabou q eu baixei e gravei o ubuntu, mas tive que brigar e aguentar a cara feia do atendente para mim. Ainda na hr de fechar a compra do pc (que foi mais de US$ 2400,00) , preço alto para els encherem o saco né? Eu falei para trocar de atendente que não iria comprar c um imbecil grosso e sem educação. kkkkk

  8. Michel

    Eu também penso desta forma, porque quem iria pagar caro numa copia de um windows, eu iria preferia o linux.

  9. Pavel

    é claro que facilita, mas não de fato a pirataria, facilita a sua disseminação global, um dos vetores é a distribuição através de facilitação de desbloqueio, o que aliás é a chave para sua popularidade. Nem de graça é mais fácil ativar um software.

  10. Romario Araujo

    Olá, acredito que facilitam sim a pirataria pois usam nossos dados e também para seu sistema ser popular. Mas ficam no lucro pois os computadores novos ja vem embutido o preço do sistema que geralmente é caro, só quando fazem promoções que vale a pena a compra por um preço justo.

    Abraço

  11. André

    Boa colocação, nunca tinha pensado nisso e com certeza a pirataria para a Microsoft é boa, e a prova de disso é o Windows 10 que é “Gratuito”, mas que a Microsoft agora mais do que antes tem acesso a toda a vida dos seus usuários. acho que cabe aquela frase: “Quando a esmola é demais, o santo desconfia” Usuário do Ubuntu a pouco mais de 1 ano e meio e quero passar o resto da minha vida usando Linux.